quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Dicas de Livros

  • No tom coloquial próprio dos jovens, ´Valéria Polizzi´ relata com bom humor e descontração as farras com a turma de amigos, a dúvida entre ´ficar´ ou namorar, o despertar da sexualidade, a angústia diante do vestibular e muitas coisas que atormentam qualquer adolescente. Tudo isso seria perfeitamente natural se não fosse por um pequeno detalhe que iria fazer uma enorme diferença: Valéria contraiu AIDS aos 16 anos porque, segundo ela mesma, ´transei sem camisinha´.
    Diário de bordo de uma jovem que aprendeu a viver com AIDS. A autora mostra como, de repente, por causa de quatro letrinhas, sua vida passou por uma reavaliação radical. Ela expõe, sem meias palavras, como a doença mexeu com sua cabeça e com os seus sentimentos, ficando claro a sua resolução de preservar sua condição de ser humano a qualquer custo. ( Sou apaixonada por esse livro).


  • Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.
  • Algo parece estranhamente familiar em relação a Daniel Grigori. Solitário e enigmático, ele chama a atenção de Luce logo no seu primeiro dia de aula no reformatório. A mudança de escola foi difícil para a jovem, mas encontrar Daniel parece aliviar o peso das sombras que atormentam seu passado: um incêndio misterioso - que provocou a morte de seu namorado - levou Luce até ali. Irremediavelmente atraída por Daniel, ela quer descobrir qual é o segredo que ele precisa tanto esconder- uma verdade que poderia matá-la. Algo que, em suas vidas passadas, Daniel não conseguiu evitar. Excitante, sombrio e romântico Fallen é, ao mesmo tempo, um thriller vigoroso e uma inesquecível história de amor.




4 comentários:

  1. A Menina que roubava livros e Fallen são muito legais, já li os dois :)

    Tem sorteio lá no blog!
    http://overdose-teen.blogspot.com.br/2012/11/concurso.html

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi linda, ameii o blog, muito legal!!
    Me segue que te sigo??

    http://www.leblogdemichelle-d.blogspot.com

    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Nunca li, ams quero ler! Principalmente o Fallen

    the-zombieworld.blogspot.com
    Becky Nunes

    ResponderExcluir
  4. meu um dos melhores livro que ja li na minha vida foi depois daquela viagem fiquei totalmente viciada e amo muito! hehe to enrolando pra ler a garota que roubava livros. E por fallen ser uma serie e na biblioteca nunca tem a continuacao eu não to querendo ler agora não kkkk
    beijãooo

    sonhos-perdiidos.blogspot.com/

    ResponderExcluir